Recuerdos de Caracas

Coleção particular daqueles momentos assim que a gente vira e diz 'Caracas!'.

Arquivo para setembro, 2008

Lourenço soy yo.

Engraçado.

Esse sábado assisti ocasionalmente O CHEIRO DO RALO. Sempre quis ver mas nunca consegui. E dessa vez ele tava lá, dando sopa sobre a mesa de centro da República do Mistério.

#Prontoassisti e o filme começa com uma bunda andando.

Mas o que me faz blogar é a genialidade do protagonista. Personagem como poucos. Adicione-se Selton Melo e aí está a graça do filme.

O Lourenço é fantástico. Sei que quem lê pode até me achar louco, carente, ou o que queira, mas as associações que ele faz de assuntos são desconexas, pós-modernas e seus dramas me são tão verídicos que eu realmente digo que me identifiquei.

Aquela cena dos convites do casamento é linda. Tudo é tão óbvio e inquietante que ele vira pra mulher e fala a verdade.

– EU NÃO TE AMO.

Quem me conhece sabe que eu sou assim. Falo a verdade nua e crua. E foda-se.

Parabéns Heitor Dhália e envolvidos.

Hello world!

Welcome to WordPress.com. This is your first post. Edit or delete it and start blogging!